Duolingo - vale a pena?

 We've all thought about trying Duolingo, right? Alexia gives us the verdade nua e crua...

We've all thought about trying Duolingo, right? Alexia gives us the verdade nua e crua...

Eis que me inscrevi no Duolingo e, não vou mentir para você, para realmente testar.

Já escutei vários amigos meus e conhecidos falarem sobre mas, sinceramente, jamais tinha aberto de fato e testado para entender melhor o que eles oferecem.

Uma breve explicação sobre o meu aprendizado com o inglês:

Sou aluna avançada, estudo desde os 3 anos de idade. Fui muito feliz com as minhas escolhas de curso e devo muito aos meus professores (americanos, britânicos, canadenses, australianos e alguns poucos brasileiros). Ainda tenho algumas coisinhas para acertar para conseguir atingir a fluência máxima. Já passei 1 mês na Inglaterra quando tinha 16 anos - foi alí que o meu inglês deu uma virada total e finalmente me dediquei absurdamente. Hoje estou há quase 3 meses nos Estados Unidos em South Carolina.


Voltando ao Duolingo:

Logo à primeira vista é um site bem fácil e simples de ser entendido. Criei o meu login e senha e logo em apareceram duas opções: Básico ou Avançado. Na opção "avançado" você escolhe quantos minutos diários você tem disponível para estudar - optei pelo "insano" que são 20 minutos. E o teste de nivelamento tem que ser feito obrigatoriamente.

Apertei para iniciar e veio a mensagem: "são só apenas 5 minutos". Meio que me dizendo: você não vai perder tempo aqui, fique tranquila. Vamos já já passar para o que interessa. Ei, peraí! Primeira bandeira vermelha apareceu ali: o teste de nivelamento para alunos avançados deveria ser sim algo a se levar a sério e mais de 5 minutos nele.

Até por que se eu leio que é algo que dura 5 minutos e eu não devo me preocupar toda a seriedade daquilo vai embora em menos de 2 segundos.

Bom, comecei. Perguntas simples e bem fáceis foram feitas em inglês e em português (feitas por um robô - tipo a Siri do iPhone - falando comigo e ao lado a frase escrita).

Admito que errei duas de propósito para enteder como eles me explicavam o errado e mais duas errei de bobeira (faltou um plural quando fui traduzir do inglês para o português e outra que eu não entendi o por que está errado até agora). Quando você erra alguma coisa no Duolingo você vai escutar um som de estranho, uma aba vermelha vai abrir embaixo do exercício dizendo o que você deveria ter feito. Embaixo disso tem os comentários nesse exercício e você pode discordar da correção (coisa que fiz inúmeras vezes).

Quando terminei o nivelamento ele me deu 21% fluente em inglês. Parei, respirei. Não, não sou aquela pessoa que fala exepcionalmente bem todas as palavras e sons em inglês. E cometo errinhos sim. Ainda tenho muito o que caminhar até por que sou do time de que você nunca deve parar de aprender/melhorar a língua que você está - continuamente - aprendendo. Agora, 21% é para realmente respirar 40 vezes e ter o seu mantra decorado dentro de você. Como assim, 21% fluente Duolingo?

Abro a página que ele me levou para saber o que ele considerava que eu estava bem e o que eu não estava. Pasmem: ele me fez fazer os exercícios de aprendizado de: números, meses, agradecimentos, cores, felicitações, família, preposições, animais...

Fiz cerca de 20 exercícios que eles me pediram e gastei mais ou menos 1 hora e meia para terminar tudo. Cheguei a 48% de fluência em inglês.

Em todas as etapas você deve escrever, escutar, traduzir e pouquíssimas vezes falar. Quando comecei no primeiro exercício fiz questão de colocar todas as acentuações necessárias, pontuações e tudo o que deveria estar em letra maiúscula. Até que em um momento pensei em parar de fazer isso e comecei a escrever normalmente como se fosse uma troca de textos sem seguir nenhuma regra e mesmo assim o sistema aceitava.


Conclusão sobre o Duolingo:

Te ajuda com a pronúncia?

Não. Não ajuda em nada. Quem está falando com você é um robô, sem sotaque, sem nenhuma característica. Nem nos filmes/séries/youtubers são assim. Você consegue compreender o que a robô está falando com você. Não existe uma conversação que você pode falar e alguém corrigir aquilo que realmente interessa para melhorar o seu inglês e ser compreendido por nativos.

Você aprende algo novo?

Não. Nada de novidade muito menos dicas. Quando você erra ele simplesmente diz como deve ser e não as explicações adequadas para aquilo.

Você é iniciante, deve dar uma chance ao Duolingo?

Não faça esse erro na sua vida! Sim, é grátis, é fácil, é viável, é online. Mas não adianta nada querer uma Ferrari com preço de Fusquinha. Não jogue o seu tempo fora com um sistema feito para você conversar e aprender de uma robô. Você não estará aprendendo da maneira natural.

Te ajuda com a leitura?

Não como deveria ser a partir do momento que a sua escrita pode ser feita sem nenhuma regra. A leitura é feita a partir de frases simples e banais. Exemplos: My dog eats rice. The turtle likes to read books. My grandfather. I am at the house. E por aí vai.

Se você quiser iniciar ou melhorar os estudos de inglês de uma maneira que vá realmente te trazer algum tipo de realização pessoal ou profissional, não perca tempo. Não caia na história de que "todo mundo faz então deve ser bom". Convenhamos, nem sempre né? Duolingo é o caso.

Por agora é só :)

Vou contando as minhas experiências por aí e espero que tenham curtido.

Até mais, Alexia


alexia-nu-e-cru.jpg

Alexia

É a diretora de relações públicas aqui no Inglês Nu E Cru. Quando não está trabalhando, ela está viajando, bebendo Toddynhos, ou brincando com puppies 


Want to really SPEAK English?

Cansado do inglês tradicional? Sim, nós também.


Inscreva-se para receber worksheets de graça, dicas não convencionais e promoções exclusivas.

Feito com ❣️ da Carolina do Norte, EUA. Powered by ConvertKit