3 coisas que aprendi depois de 3 meses nos EUA

Viver - nem que seja por um curto espaço de tempo - em outro país é sempre um ato de coragem. Foi o que aconteceu comigo.


Vou contar um pouco de como decidi isso. 

No começo do ano fui demitida do meu trabalho no Brasil. Eu e o Foster já tínhamos o projeto do Inglês Nu E Cru e só faltava tirar do papel. Não tinha mais nenhuma responsabilidade de trabalhos ou algo parecido com isso e então tomei a decisão mais certa da minha vida: ir passar uma temporada de 3 meses nos Estados Unidos. 

 Ready to go! Thanks for the amazing bag, Foster

Ready to go! Thanks for the amazing bag, Foster

Fiz as malas e cheguei na Carolina do Sul num turbilhão de emoções: 

  • "Mas e se eu não conseguir me adaptar?"; 
  • "E se eu não conseguir me expressar?" 
  • "E se eu não tiver amigos e ficar completamente dependente do Foster?". 


No meio disso tudo você para, pensa, inspira e expira. 

O que tirei desses três meses posso resumir em três pontos. 

Claro que depende de cada um com suas próprias experiências. Então, esse relato é completamente pessoal mas que também pode ajudar a todos que estão pensando em se mudar ou já estão vivendo fora e podem se identificar. 

1) Você precisa entender a cultura. 

Logo de cara você estará num lugar é diferente de onde você foi criado e você precisará se adaptar num piscar de olhos. Aquilo que você considera ser bem educado de sua parte talvez, não seja suficiente para os habitantes daquela cidade. 

Por exemplo: eu não fui acostumada a chamar os mais velhos (pais dos meus amigos, amigos dos meus pais, enfim… qualquer pessoa mais velha) de "Senhor Souza" ou "Senhora Souza". 

Sempre fui acostumada e educada a chamar os mais velhos pelo primeiro nome - nunca de "tio" ou "tia" - e depois viria caso fosse necessário "o senhor gostaria de um copo d'água?". A mesma coisa para as mulheres. Pode parecer algo pequeno mas, no ambiente em que eu estava, você só poderia chamar alguém mais velho pelo primeiro nome caso ele me desse a liberdade. Assim como responder algo com "yes, sir." ou "no, m'am". 

São pequenas coisas do dia a dia que você acaba pegando o jeito e tornam-se naturais para você.


 Fitting in with the culture

Fitting in with the culture

2) Ter paciência. 

Não espere chegar em um outro país e exigir que os outros te compreendam e que você seja compreendido. 

Você precisa ter paciência consigo mesmo e com eles - já que existe a diferença entre línguas e cultural. A paciência tem que virar a sua melhor amiga e você precisa aprender muito com ela. 

Principalmente com o seu inglês - ou a língua do país em que você esteja passando a temporada, mesmo com um inglês avançado, existirão pessoas que você provavelmente terá mais dificuldade de compreender por conta do sotaque, modo de falar, gírias, manias de linguagem. Isso só com o tempo para se acostumar. 


3) Fazer amigos. 

É importante que você tenha pelo menos uma pessoa que seja nativa a qual poderá te ajudar a viver - literalmente - de forma mais natural na cidade. 

Será ótimo para você sair do comodismo e viver a experiência. Por isso indico se inscrever em qualquer tipo de aula: yoga, ballet, cerâmica, academia, enfim… E dessa forma ter novas amizades que, além de te proporcionar de conhecer a cidade com uma pessoa local também vai te obrigar a falar a língua, compreender o que está a sua volta e será uma full experience

alexia_ingles_nu_e_c (3).JPG

Conclusão

 Se jogue, não tenha medo, saia do lugar comum e perca a vergonha. 

Conhecer novos lugares e novas pessoas é algo que fica para sempre. Sempre que tiver uma oportunidade ou facilidade de viajar e explorar um pouco mais do mundo faça isso! Sem medo. E depois me conte as 3 principais coisas que você aprendeu. 

Espero que tenha ajudado, 
Alexia

 Alexia is the co-founder and Director of Business Development of Inglês Nu E Cru.  When she is not working, she is playing with dogs, watching true crime series, or planning her next adventure.   She speaks Portuguese, English, French, and is learning Spanish.  Feel free to get in touch at alexia@inglesnuecru.com

Alexia is the co-founder and Director of Business Development of Inglês Nu E Cru.

When she is not working, she is playing with dogs, watching true crime series, or planning her next adventure. 

She speaks Portuguese, English, French, and is learning Spanish.

Feel free to get in touch at [email protected]

Speak Confident English

Ingles nu e cru the sounds of english e book

Baixe nosso ebook e aprenda todos os sons do inglês. 100% of free English learning gold 🙌

✓ Aprender os 44 sons do inglês

✓ Entender nativos

✓ Falar sem vergonha

Your e-mail is 100% safe with us. Powered by ConvertKit